5/23/2017

Ambrosia Funcional

Para comer um doce sem culpa!


Ingredientes

  • 1 e 1_2 xícara (chá) de leite em pó
  • 3 ovos
  • 3 colheres (sopa) de água
  • 1 pitada de sal
  • 1_2 xícara (chá) de açúcar de coco
  • 1 xícara (chá) de água (para a calda)
  • 1 canela em rama
  • 3 cravos
  • 1 colher (sopa) de suco de limão

Modo de preparo

  1. Numa panela pequena, junte uma xícara (chá) de água com o açúcar de coco e misture.
  2. Quando o açúcar dissolver, junte a canela, os cravos e leve a panela ao fogo médio.
  3. Enquanto a calda aquece, junte no liquidificador: o ovo, as três colheres (sopa) de água, o leite em pó e a pitada de sal.
  4. Bata por um minuto.
  5. Desligue e raspe as laterais.
  6. Assim que a calda ferver, retire a panela do fogo e junte a mistura do liquidificador e o vinagre.
  7. Volte a panela para o fogo baixo e mexa com uma espátula por cerca de cinco minutos, desmanchando os grumos maiores - no final, o doce fica com uma aparência granulosa.
  8. Transfira para uma compoteira (ou pote com tampa) e deixe esfriar.
  9. Sirva a seguir.
  10. Conserve na geladeira. Dica: Polvilhe por cima coco ralado e cacau em pó.

1/24/2017

SALADA NO POTE




Salada no Vidro:


Às vezes, se alimentar corretamente fora de casa pode ser muito difícil, por isso, a salada no pote veio como uma novidade pra revolucionar este cenário, de forma prática e muito divertida!
A ideia é que você construa, dentro de um pote de vidro, várias camadas de alimento para formar uma salada. Na hora de refeição é só virar o conteúdo em um prato e temperar, ou, se for o caso, também é possível comer no pote mesmo, sem frescura!

Como fazer a salada no pote?

O ideal é que o pote que vai receber a salada seja de vidro. Isto ajuda na conservação do alimento e não transmite cheiro nem saber. Se você possuir um pote com fechamento hermético, melhor ainda. Isso vai garantir que as folhas fiquem mais sequinhas. . O bom e velho vidro de conserva também faz milagres.
Agora, quando falamos da salada em si, o bacana é criar combinações que contenham proteínas magras, algum carboidrato preferencialmente complexo, folhas e verduras.
A dica é colocar sempre o molho no fim do pote, os ingredientes densos no meio e as folhas acima! Depois, é só deixar a criatividade falar.

1. Frango 

Ingredientes
  • 1 filé de peito de frango cozido e desfiado;
  • 1/4 de xícara de chá de quinoa cozida;
  • 1/4 de xícara de cenoura ralada
  • 1/4 de manga ou outra fruta de sua preferencia
  • 1 xícara de chá de folhas de rúcula;
Ingredientes do molho:
  • 1 colher de sopa de mel
  • 2 colheres de sopa de vinagre balsâmico ou de maçã
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
Comece pelo molho: misture com um batedor o azeite com o vinagre balsâmico e o mel. Tempere com sal e pimenta-do-reino e despeje no fundo do pote. Em seguida adicione o frango, a quinoa, a cenoura, a manga e a rúcula.

3.  Atum

Ingredientes
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva com sal a gosto;
  • 1 lata de atum natural;
  • 10 tomates cereja cortados ao meio;
  • 1 ovo cozido;
  • Folhas verdes de sua preferência.
  •  2 c. de sopa sementes de gergelim preto
Comece adicionando o azeite no fundo do pote. Logo depois despeje o atum esfarelado, os tomatinhos, o gergelim e o ovo cozido cortado em rodelas. Por fim, finalize com as folhas verdes.

Aproveite:

Os potes já preenchidos com a salada podem durar alguns dias na geladeira – desde que estejam bem fechados. Por isso, a dica final é aproveitar o domingo a noite para montar os potinhos de toda a semana.

1/16/2017

Coxinha Fit



Massa:
100g (1 copo americano) de aipim ou de batata-doce, cozidos
100g de frango cozido desfiado
80g (8 colheres de sopa rasas) de farinha de aveia 
1 ovo inteiro
aveia em flocos finos para empanar
   
Recheio:
100g de frango cozido desfiado
1/2 xícara de molho de tomate natural
1/3 cebola picada
1 dente de alho amassado
1 colher de sopa de azeite
pimenta e sal rosa a gosto

Modo de fazer:
Para fazer a massa, bata no liquidificador o aipim (ou a batata doce), o ovo e o frango. Despeje em uma bacia e adicione a farinha de aveia. Vá misturando até que fique homogênea. Reserve.
   
Coloque na panela para refogar no azeite a cebola, alho e o tomate. Adicione o frango desfiado, o molho de tomate, sal e pimenta, e deixe ferver até que o molho seque um pouco.
   
Pegue a massa reservada, forme bolinhas, faça um buraco no meio e recheie. Depois  feche em formato de coxinha. Empane na aveia em flocos finos e leve ao forno já preaquecido a 180 graus, por cerca de 30 minutos ou até que fiquem douradas.

 

1/11/2017

Sorvete de Banana com Pasta de Amendoim


Ingredientes:
1 xícara de leite de Coco;4 colheres de sopa de pasta integral de amendoim;
5 bananas médias bem maduras;
2 c. de sopa de mel ou açúcar de coco ou demerara.
Modo de Preparo:
Corte as bananas em rodelas e leve ao congelador por aproximadamente duas horas. Bata as bananas congeladas no liquidificador até ficarem homogêneas. Adicione a pasta integral de amendoim, o mel ou açúcar  e o leite de coco e bata até ficar numa textura homogênea. Leve a mistura ao congelador novamente, por mais duas horas. Sirva gelado. Salpique castanhas picadas por cima para enfeitar.

1/10/2017

Água Saborizada com Morango, Gengibre e Hortelã

Água saborizada é sempre uma boa pedida nos dias quentes, além de hidratar carregam nutrientes dos ingredientes utilizados, auxiliando na reposição de vitaminas e minerais. Corpo hidratado é corpo saudável. Podemos utilizar diversas combinações com frutas e ervas aromáticas, basta utilizar a criatividade.
  • 1,5 litro de água
  • 10 folhas de horetlã
  • 8 morangos cortados ao meio
  • 1 pedaço pequeno de gengibre bem picadinho
Misture todos os ingredientes, deixe descansar em geladeira por no mínimo 2 hs e sirva com gelo.

12/15/2016

Noque de Batata Doce Fit


IMG_5991

Ingredientes para 4 porções:
2 batatas doces (médias)
2 xic. de chá de farinha de aveia (ou outra farinha que deseje)
sal rosa á gosto
1/4 xícara de azeite de oliva
Cozinhe as batatas sem casca por cerca de meia hora. Depois de cozidas amasse-as bem, ainda quente, como se fosse fazer um purê de batata e reserve.
Em uma superfície limpa e lisa jogue um pouco da farinha (como se estivesse untando) e coloque a batata amassada e o azeite. Vá jogando a farinha aos poucos e misturando com as mãos, Amasse bem até formar uma massa homogênea e elástica (se sentir que precisa, use um pouco mais de farinha).O segredo do ponto é quando a massa não gruda mais nas mãos ( mais cuidado para não colocar farinha demais!!!)
Divida essa massa em porções, role até formar um cordão da espessura que vc preferir, e corte em pedacinhos.
Em uma panela, coloque água para ferver. Quando ela estiver fervendo jogue os nhoques aos poucos. Quando subirem a superfície significa que estão prontos. Não estranhe, é bem rapidinho mesmo. Tire com uma espumadeira e vá colocando em uma travessa com o molho que desejar.

11/26/2016

Pudim de Batata Doce Funcional

Resultado de imagem para pudim de batata doce com coco
Ingredientes
  • 600g de batata doce cozida e amassada
  • 4 ovos
  • 2 xícaras de chá de leite semi desnatado
  • 2 colheres de sopa de manteiga de coco ou ghee vegetal
  • 2 xícaras de açucar de coco ou demerara
  • 1 xícara de leite de coco
  • 3 c. sopa de Coco Ralado
Modo de preparo
Bata no liquidificado a batata doce com os demais ingrediente e apenas 1 xícara do açúcar de coco. Faça uma calda com  a outra xícara de açúcar de coco a parte. Coloque em uma forma para pudim a calda e após a massa batida no liquidificador e asse em banho maria no forno pré aquecido durante 1 hora. Deixe esfriar e desenforme. Polvilhe o coco ralado. Sirva gelado. 

11/18/2016

Palito de Banana com Chocolate Amargo



Ingredientes:
2 unidades: Banana;
100 gramas: Chocolate amargo 70% barra;
100 gramas: Farinha de Amendoim ou Coco ralado.

Modo de preparo: 
Necessita de 4 palitos para picolé (sorvete).
Corte as bananas ao meio e espete um palito de sorvete em cada metade cortada.
Leve ao freezer por 30 minutos para firmar.
Derreta o chocolate amargo no banho-Maria.
Retire as bananas congeladas do freezer e cubra com o chocolate espalhando com uma colher e polvilhe a decoração desejada, no caso, a farinha de amendoim ou coco ralado.

Atenção: Tem de trabalhar de forma ligeira e por partes, já que o chocolate endurece rápido em contato com a banana congelada.
Volte as bananas para o freezer por mais 10 minutos e eis o picolé de banana.
Sirva o picolé de banana e consumam de seguida.
Pode ser utilizado outras frutas na receita como:  uva, morango, kiwi, etc, use sua criatividade! :) 

11/07/2016

Moranga Caramelada Funcional

Ingredientes:
1/2 moranga com cerca de 1 kg cortada em gomos com casca ( gosto de usar as sementes pois são ricas em magnésio e zinco)
2 xícaras de açucar de coco ou açúcar mascavo
2 cravos
1 pau de canela
3 c. de sopa de gergelim preto 
4 c. de sopa grãos de quinoa a gosto
10 castanhas picadas para polvilhar
Água para o cozimento e para o caramelo
Modo de preparo:
Faça uma calda com o açucar de coco e água (1 e 1/2 xícara) fervendo por 10 minutos, adicione o cravo, a canela em pau e a moranga cortada, cozinhe ate que fique macia e caramelada. Desligue e adiocione a quinoa e o gergelim, abafe por mais 10 min, polvilhe as castanhas picadas  e sirva! 
Rende: 4 porções Tempo: 30min

9/02/2016

Farinha de Teff: Uma opção nutritiva e saudável!

Não é nova, mas está a ser redescoberta, e revelou ser mais um daqueles alimentos ancestrais que viveu discretamente, mas que pelas suas extraordinárias características nutricionais, tornou-se obrigatório na lista dos alimentos super saudáveis. As pesquisas à volta deste cereal e dos seus produtos aumentam nas comunidades científicas e começa a ser produzido em outras partes do mundo, além do seu país de origem. De fato, a adesão a uma dieta consciente centrada na saúde tem aumentado e faz emergir novos produtos alimentares alternativos. A farinha teff é um exemplo disso.

O que é o Teff?

A farinha teff é obtida a partir de um grão muito pequeno, semelhante ao da semente de papoila, originário da Etiópia e Eriteia, onde é fundamental na alimentação diária. A Etiópia é ainda o maior produtor mundial. Existe em diversas variedades de cores, desde o branco, passando pelo vermelho até ao castanho-escuro e acredita-se que é cultivado há mais de 5000 anos. O seu nome botânico – Eragostis tef – significa “erva do amor”. É tão pequeno, que para se obter um grama, são precisos 3 mil grãos. Ele é consumido tradicionalmente na Etiópia e Eritreia como um tipo de pão, a injera.

Propriedades nutricionais

O Teff possui um enorme potencial para o desenvolvimento de produtos de grande valor nutricional com benefícios para a saúde. A excelência deste cereal reside na sua riqueza em minerais e pelo seu fantástico conteúdo em aminoácidos essenciais, o que o torna superior aos outros cereais. Teff é rico em cálcio, magnésio, cobre, potássio, manganês, zinco e ferro e vitamina C. O seu teor de cálcio é superior ao do leite de vaca, com cerca de 170mg por cada 100g. A sua riqueza em ferro está dependente do solo onde é cultivado, e pode variar entre 5mg e 15mg por 100g.
Rico energeticamente, com excelente quantidade de proteínas, cerca de 12% a 14%, e com um bom equilíbrio de aminoácidos essenciais, com destaque para a lisina, aminoácido ausente na maioria dos cereais. A lisina é importante no metabolismo do cálcio, fundamental na calcificação óssea.
Os seus hidratos de carbono são em grande quantidade amido resistente, um tipo de amido resistente à digestão no intestino e que fornece menos calorias que outros hidratos de carbono complexos, contribuindo para uma maior saciedade e para melhorar os níveis de glicémia. Por estes motivos é uma boa fonte alimentar para diabéticos e para quem procura perder ou gerir o peso. Este tipo de amido também funciona como um pré-biótico favorável à flora intestinal e também importante na manutenção de um peso adequado. Os seus hidratos de carbono sendo de digestão lenta fazem dele um bom aliado dos desportistas de alto rendimento, que necessitam de energia rápida e prolongada. O seu conteúdo em minerais também ajuda na rápida recuperação após o exercício físico ou cansaço mental.
O Teff é isento de glúten, uma boa opção para quem é intolerante ao glúten. Este cereal é também uma boa fonte de antioxidantes.
Todas estas características nutricionais devem-se essencialmente ao facto do cereal ser normalmente consumido na sua forma integral, inteiro. Por ser um grão tão pequeno é de difícil processamento, e desta forma todas as partes do cereal são consumidas, o que lhe confere a sua riqueza nutricional.

Aplicações

A farinha Teff pode ser usada para substituir outras farinhas menos saudáveis, em especial as refinadas, mas deve ser usada em menor quantidade, por ter uma maior densidade é necessária em quantidades inferiores. Deve usar-se menos cerca de 25% a 50% de farinha teff do que aquela que é definida na receita original.
Permite, pela sua textura flexível e elástica, obter excelentes produtos de panificação, desde pães, bolinhos, bolachinhas, panquecas. Como possui, após cozida, uma textura gelatinosa, pode ser usado em molhos, sopas, cremes, pudins. O cereal também pode ser consumido inteiro, cozido ou assado, como prato principal.
As suas superiores qualidades nutricionais fazem dele um cereal especial e um alimento a incluir numa alimentação variada e saudável. Vale a pena introduzi-lo na nossa alimentação diária.
Referências:
- Coleman J, Abaye AO, Barbeau W, Thomason W. The suitability of teff flour in bread, layer cakes, cookies and biscuits. Int J Food Sci Nutr. 2013 Nov;64(7):877-81. doi: 10.3109/09637486.2013.800845. Epub 2013 Jun 3.
- Forsido SF, Rupasinghe HP, Astatkie T. Antioxidant capacity, total phenolics and nutritional content in selected ethiopian staple food ingredients. Int J Food Sci Nutr. 2013 Dec;64(8):915-20. doi: 10.3109/09637486.2013.806448. Epub 2013 Jun 19.
- National Research Council. Lost Crops of Africa: Volume I: Grains. Washington, DC: The National Academies Press, 1996. Cap. 12: 215 – 236.