6/20/2011

OS BENEFÍCIOS DA PIMENTA


Muito se tem pesquisado sobre os efeitos e os benefícios da pimenta vermelha no nosso organismo, se ela faz bem ou mal. Assim como os benefícios do chocolate, do vinho a pimenta vermelha também possui os seus, mesmo sendo um alimento culturalmente considerado um veneno, principalmente para quem tem hemorróidas, gastrite ou hipertensão. O caso é que todo e qualquer produto deve ser consumido moderadamente. Uma das substancias contidas na pimenta vermelha á capsaicina que causa a sensação de ardor e é justamente ela a responsável por seus três efeitos benéficos, como a dissolução de coágulos sanguíneos, efeito antiinflamatório, antioxidante e capacidade de liberar endorfina.

A pimenta vermelha nos transmite a sensação de que a boca está pegando fogo, onde o cérebro recebe estímulo de apagá-lo, liberando endorfina, que causa uma sensação de bem-estar e faz da pimenta um alimento aconselhável para quem tem enxaqueca ou dores de cabeças crônicas, ela também é aconselhável para o combate a depressão. A salivação, a transpiração e o rosto vermelho provocados pela vasodilatação causada pela pimenta são, na verdade, uma defesa de organismo e nenhum dano físico pode ser causado por esses sintomas. A pimenta vermelha por ser antioxidante, rica em flavonóides e vitaminas C, pode reduzir o risco de doenças crônicas como câncer de próstata, catarata, diabetes e mal de Alzheimer. Ela ajuda a limpar o sangue, removendo substancias tóxicas, que vem da alimentação e poluição.

A capsaicina também é ideal para cicatrização do organismo. O segredo para comer a pimenta é a moderação, pois como o alimento impede a coagulação do sangue, ele pode ser também uma forma importante de evitar doenças como trombose.
Por mais que ela faça bem, é importante não consumir em excesso, porque qualquer alimento se consumido em excesso faz mal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário