6/01/2011

PROPRIEDADES MEDICINAIS DO ALHO


Alho
Benefícios:- Ajuda a diminuir a hipertensão e a reduzir o colesterol.
- Previne ou combate alguns tipos de câncer.
- As propriedades antiviróticas e bactericidas previnem ou combatem infecções.
- Alivia congestão nasal.

Inconvenientes:- causa mau hálito
- Pode causar indigestão, especialmente se ingerido cru.
- O contato direto irrita a pele e as mucosas.

Os herbanários e curandeiros utilizam o alho para combater inúmeras doenças há milhares de anos. m tempos mais recentes, Louis Pasteur, grande químico francês do século XIX, demonstrou as propriedades anti-sépticas do alho, informação utilizada na Primeira e Segunda Guerra Mundial, pelos exércitos inglês, alemão e russo.

Atualmente, médicos naturalistas e outros adeptos da cura pelas ervas receitam o alho para prevenir resfriados, gripes e outras doenças infecciosas. Os cientistas começaram a estudar o alho mais intensamente nos últimos anos. Muitas dessas pesquisas enfocaram os efeitos do alho no colesterol e na pressão arterial e indicam que a alicina, uma substância química que se forma quando o alho é esmagado, reduz os níveis de colesterol e baixa a pressão arterial. O alho também parece reduzir a coagulação sangüínea, diminuindo riscos de infartos e derrames cerebrais. Até hoje, entretanto, não ficou provado que o alho previne infarto ou outros distúrbios cardiovasculares.

As pesquisas em andamento indicam que o alho contém potencial anticancerígeno. Por enquanto acredita-se que o consumo de alho diminui o risco de câncer de cólon no ser humano. Além disso, as pesquisas em animais de laboratório mostraram que o alho ajuda a diminuir o câncer de mama, pele e pulmão, além de ajudar a prevenir o câncer do cólon e do esôfago.

Não se sabe ainda qual das diversas substâncias ativas no alho contribui para a saúde. Tanto a alicina quanto a SAC (Salil-cisteína), outro composto químico que demonstrou eficácia contra tumores em animais de laboratório são encontrados em alho fresco, alho em pó e cápsulas de alho. O maior inconveniente das cápsulas de alho é que a quantidade de componentes ativos dos produtos disponíveis no mercado varia muito.

A quantidade de alho a ser consumida para se obter algum benefício à saúde ainda não foi determinada. Alguns médicos alemães receitam 4 gramas, ou o equivalente a 2 dentes, para tratar da hipertensão ou do colesterol elevado. É necessário muito mais - no mínimo 10 dentes - para inibir a coagulação sanguínea na mesma proporção de uma aspirina diária. Os clínicos discordam quanto ao fato do alho cozido ou desidratado conferir os mesmos benefícios que o consumo do produto cru.

Uma pesquisa americana mostrou que o consumo regular de alho, cru ou cozido, pode diminuir pela metade o risco de câncer de estômago. Acredita-se que o tempero combate a bactéria Helicobacter pylori, que pode estar associada a alguns casos de câncer de estômago.

Metade de um dente de alho por dia pode ajudar a prevenir câncer, segundo artigo publicado pela revista New Scientist. Segundo os pesquisadores do Ruakrura Aricultural Research Center, da Nova Zelândia, o alho pode estimular enzimas a destruir as substâncias causadoras de câncer. Foi pesquisada em ratos a substância do alho chamada diallyl disulfide, que parece ter as maiores propriedades anticancerígenas. O alho é condutor dessas enzimas.

Cientistas australianos têm uma nova solução para controlar a hipertensão. A arma secreta é o alho, segundo um estudo publicado na revista científica Maturitas.
Durante teste de 12 semanas envolvendo 50 pacientes, Karen Reid e colegas da Universidade de Adelaide descobriram que o consumo de quatro cápsulas diárias de extrato de alho envelhecido reduz a pressão arterial em cerca de 10 milímetros de mercúrio, em comparação a um grupo que usava um placebo. Reid disse que o alho consumido de outra forma não tem o mesmo efeito.
"Quando você cozinha o alho fresco, o ingrediente que é responsável por reduzir a pressão sanguínea desaparece", disse a cientista. "Acho que o ponto realmente importante é que o extrato de alho envelhecido como suplemento é a arma secreta para a pressão sanguínea."
Há muito tempo se sabe que o alho é bom para o coração e a medicina tradicional indiana (aiurvédica) há séculos usa o produto na prevenção da hipertensão. Este, no entanto, é o primeiro estudo a avaliar cientificamente o impacto do extrato de alho envelhecido.

Um comentário:

  1. Boa noticia que traz este artigo. Eu sou hipertenso. Vou passar a seguir o exemplo. Bernardino Abel

    ResponderExcluir