7/16/2011

Alimentos Desintoxicantes


Após uma alimentação desregrada, nos sentimos inchados, estufados, neste momento é necessário uma alimentação desintoxicante, composta por alimentos que ajudam a eliminar as toxinas que ficam em nosso organismo, causando este mal estar.

Saber utilizar os alimentos como forma de detoxificar (desintoxicar/limpar) nosso organismo é algo de muito valor, pois, diariamente temos o potencial de contato com cerca de 60 mil compostos tóxicos, como metais pesados, medicamentos, aditivos alimentares, resíduos de agrotóxicos, poluentes do ar, migrantes de embalagens etc.


Quando falamos em alimentos desintoxicantes, temos que pensar em primeiro lugar nas fibras que são de grande importância para o bom funcionamento do sistema digestivo, auxiliando no bom funcionamento intestinal e na absorção de nutrientes.

Encontramos uma variedade grande destes alimentos nos Supermercados e Feiras, como o arroz integral, aveia, açúcar mascavo, massas com trigo integral, pão com trigo integral, semente de linhaça e cereais em geral.

As frutas, verduras e legumes em geral, são as melhores opções, por serem leves, com baixas calorias e ricos em vitaminas, minerais, eletrólitos e fibras.

As verduras são muito importantes para uma alimentação saudável, além de conter baixas calorias, possuem poder regulador no organismo, por serem ricas em fibras e conter grande quantidade de vitaminas e minerais, variando de um tipo para outro, nenhum alimento substitui por total suas propriedades.

As frutas em geral, são alimentos ricos em fibras, vitaminas, minerais e água, ótimos desintoxicantes.

A melancia tem propriedade refrescante e diurética, o abacaxi também é uma fruta refrescante com função de eliminar as impurezas.

A hortelã é uma erva rica em vitaminas A,B e C. minerais (cálcio, fósforo, ferro e potássio), exercem ação tônica e estimulante sobre o aparelho digestivo, pode ser utilizada em chás, saladas e preparações em geral, uma boa pedida é o suco de abacaxi com hortelã.

O gengibre estimula a digestão, alivia a constipação intestinal e ativa o metabolismo.

O salsão contém quantidades pequenas de vitamina C, cálcio, potássio, ferro, fósforo e magnésio. É rico em fibras e é usado como um alimento digestivo, refrescante.

O pepino é um alimento que possui baixa quantidade de calorias (cada 100 gramas contém 10 kcal), aproximadamente 90 % de sua composição é de água, possui boa quantidade de fibras, sendo importante para o sistema digestivo.

A berinjela é muito digestiva, nutritiva e laxante, por esse motivo é indicada nos casos de indigestão e prisão de ventre.

Não podemos esquecer de consumir bastante líquido como água e chás em geral que hidrata a pele, limpa e retira as células mortas.

No intuito de auxiliar as pessoas a adotarem hábitos alimentares mais saudáveis e que estejam dentro desta proposta, é que a área da saúde da FMO, através do grupo da alimentação natural, proporcionou no dia 27 de janeiro uma aula com o tema “alimentos desintoxicantes”.

Num primeiro momento a nutricionista drª Maria Tereza Casulli, orientou as 27 pessoas presentes, que fazer jejum ou uma dieta muito restrita, potencializa as toxinas presentes no organismo, portanto não é recomendável, e que existem alimentos com componentes desintoxicantes muito eficazes na limpeza do organismo.


Vejamos alguns:
- ÁGUA
- CHÁ VERDE, CHÁ BRANCO
- VEGETAIS DA FAMÍLIA DAS BRÁSSICAS (couve, couve flor, brócolis, couve de bruxelas, repolho)
- ALECRIM, CÚRCUMA (açafrão) E GENGIBRE
- FRUTAS CÍTRICAS
- UVA VERMELHA (orgânica) e suco orgânico de uva vermelha
- OLEAGINOSAS (nozes, avelãs, amêndoas, castanha do pará, castanha de caju, macadâmia)
- CEREAIS INTEGRAIS E FARELOS DE ARROZ E DE AVEIA
- SOJA E DERIVADOS (tofu, missô, PTS)
- LEGUMINOSAS (feijão, grão de bico, lentilha, ervilha)
- PEIXES
- ALIMENTOS ORGÂNICOS (livre de agrotóxicos). É fundamental enfatizar o consumo de alimentos cultivados ecologicamente, livre de agrotóxicos, principalmente aqueles consumidos todos os dias, como o arroz, o feijão, os cereais, as leguminosas e as verduras.

É muito importante o acompanhamento de um profissional nutricionista para que exista um balanceamento de cardápio personalizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário