10/13/2011

Efeito sanfona - Como evitar



Não há dúvida: as dietas ajudam a perder peso rapidamente. Porém, manter a silhueta conquistada não é tarefa das mais fáceis. Algumas pessoas chegam até a ganhar mais quilos do que tinham antes. Mas se engana quem pensa que o ganho de peso está ligado apenas ao retorno dos velhos hábitos alimentares.

Quem segue dietas restritivas e radicais acaba forçando o corpo a acessar suas reservas de gordura para perder peso. Porém, o corpo se adapta à situação de escassez e passa a estocar mais calorias .É como se o organismo lembrasse que foi maltratado por um tempo.

É aí que surge o temido efeito sanfona, a sucessão de perda e ganho de peso. E com ele, surgem também efeitos nocivos para o organismo. Os pesquisadores Brownell e Rodin concluíram no livro “Medical, Metabolic, and Psychological Effects of Weight Cycling" que quem se submete a dietas muito restritivas de efeito rápido corre um risco maior de desenvolver doenças do coração, hipertensão e diabetes.

Existem soluções simples para lutar contra o efeito sanfona. Não se deve seguir regimes muito radicais que podem maltratar o seu corpo. O ideal é perder entre 2 e 4 quilos por mês. Além disso, o ideal é dar preferência às proteínas. Esse é o alimento preferido dos músculos. Mas prefira as fontes magras, como carne de peixe, a soja e ovos e priorizar uma alimentação variada, colorida, rica em frutas, legumes e verduras,para garantir a ingestao adequada de vitaminas e minerais, que são importantes no processo de quebra de células de gordura.

E é essencial a prática de atividades físicas. O esporte permite que a gordura dê lugar aos músculos e esse deve ser o objetivo de qualquer dieta, perder gordura e não necessariamente o peso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário