11/03/2012

Alimentos Termogênicos


Basicamente só existem duas formas para controlar o peso: controlar as calorias ingeridas, ou seja, controlar a alimentação, e aumentar o gasto calórico com a atividade física.

Pode parecer bobagem, mas comer queima calorias. Mas para isso é necessário ingerir alimentos específicos que exerçam essa função. Esses alimentos são chamados de termogênicos: como o próprio nome já diz, possuem um efeito térmico, ou seja, aceleram o metabolismo, aumentam a temperatura do corpo facilitando a queima de gordura, além de reduzir o apetite. Os termogênicos melhoram o metabolismo, fazendo que com individuo tenha um maior gasto calórico ao longo do dia, mesmo em repouso.

Mas você sabe o que é metabolismo?  Metabolismo é o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos para mantê-los vivos, produzindo energia.

Os alimentos termogênicos aumentam o metabolismo e a temperatura corporal. Com isso, queimam mais calorias e ajudam a emagrecer. São responsáveis por cerca de 10% do gasto total de energia. Mas cuidado, eles não são milagrosos. Eles devem fazer parte de uma alimentação saudável e equilibrada, além de pratica da atividade física regular.

A variedade dos alimentos apontados como termogênicos é imensa (pimenta vermelha, brócolis, laranja, mostarda, acelga, linhaça, guaraná, kiwi, sardinha, couve, salmão, aspargos, bacalhau, chá verde, gengibre, pimentão, café e alguns outros), não existe recomendação estabelecida sobre a quantidade a ser ingerida, mas existem algumas indicações.

Pimenta vermelha e pimentões: se consumidos freqüente (3g por dia) aumentam o metabolismo em até 20%. Você pode utilizar essa quantidade para temperar saladas e outros pratos.
Chá-verde: 1 xícara de chá de 5 a 10 minutos antes das principais refeições. O chá verde e o branco possuem inúmeras propriedades terapêuticas já conhecidas na prevenção de doenças, além de acelerar o funcionamento do metabolismo. Os compostos presentes na planta reduzem a absorção de açúcar no sangue e inibem a ação da amilase, enzima responsável pela digestão de carboidratos. Além disso, aceleram o trânsito intestinal.
Gengibre: Aumenta o metabolismo em 20%. O gengibre pode ser consumido cru, no tempero de aves e peixes, refogado, em forma de chá ou batido no liquidificador com frutas. Deve ser consumido três vezes ao dia, ao menos 1 pedaço de 2 cm.
Vinagre de Maçã: 1 colher de chá duas vezes ao dia.
Ômega 3: Elimina o excesso de líquidos e aumenta a energia do organismo. Além disso, funciona como anti-inflamatório, previne e trata doenças cardiovasculares. Fontes: óleo de prímula, óleos de peixes (como salmão e sardinha). Também está presente na semente de linhaça (misturar duas colheres de sopa em vitaminas, salada de frutas, saladas, iogurtes).
Canela: 1g duas vezes ao dia, na forma de chá, polvilhada em sopas ou preparações com queijo, gratinada no forno ou polvilhada em frutas como maça ou banana.
Apesar de naturais, estes alimentos devem ser consumidos com o acompanhamento de um nutricionista, principalmente por indivíduos hipertensos e/ou cardiopatas, gestantes e lactantes, pessoas com hemorróidas e com o aparelho digestivo sensível, pois o consumo excessivo pode causar dores de cabeça, insônia, problemas no aparelho de digestivo e tontura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário