10/29/2013

Maca Peruana: vitalidade, longevidade e fertilidade:


Muita gente indica o consumo dessa raiz pra diversos benefícios ao organismo, mas o que realmente os pesquisadores tem descoberto sobre essa raiz dos Andes Peruanos?

A maca peruana é uma raiz que nasce exclusivamente nos Andes Peruanos em uma altura entre 4000 e 5000 metros, muito parecida com um rabanete, mas essa raiz não foi descoberta apenas recentemente. A maca vem sendo usada há muito tempo, desde o tempo dos Incas é considerado um alimento capaz de dar força aos seus guerreiros, vitalidade e fertilidade.

As pessoas que moram e cultivam a maca atualmente, concordam com seus ancestrais Incas. Para eles a raiz é um alimento poderoso que é capaz de dar longevidade e fertilidade, a partir daí, muitos estudos começaram a investigar os reais benefícios da maca para o organismo humano.

Já há algum tempo, muitos estudos vem sendo realizados por diversas universidades e centros de pesquisa, mas principalmente pela Universidade Peruana Cayetano Heredia, Lima, Peru. Dentre alguns dos estudos sobre a maca destacam-se os seguintes benefícios:

Aumenta a produção de espermatozoides.
Aumenta o desejo sexual.
Reduz a mortalidade de embriões.
Aumenta os níveis de proteínas totais e albumina sérica no organismo auxiliando no ganho de massa muscular.
É um poderoso antioxidante. Tanto quanto a vitamina C.
Aumenta a facilidade de aprendizado.
É antidepressivo e antiestresse.
Além disso, a maca tem excelentes concentrações de fósforo, cálcio, ferro e proteínas, porém contém muito carboidrato, o que a deixa calórica, mesmo assim ainda é aconselhada para pessoas que estejam em dieta de redução de peso, pois é rica em fibras e dá mais saciedade.

Tradicionalmente, a maca é consumida cozida ou feita como suco misturada com leite e ovos. No entanto, com tantos benefícios para o organismo sendo comprovados por inúmeras pesquisas científicas, a maca passou a ser exportada para todo o mundo já seca ou em pó.

Você encontra as cápsulas de maca peruana e a maca em pó para o consumo aqui no Brasil. Consulte um profissional Nutricionista para indicação ao seu caso, dosagem ideal e forma de uso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário